07 Abr 2021
PayPal se compromete a zerar suas emissões de carbono até 2040
por Sri Shivananda, CTO do PayPal
Sri Shivananda de braços cruzados, com traje executivo
Sri Shivananda, CTO do PayPal

Todos nós devemos fazer a nossa parte quando se trata de proteger a saúde do nosso planeta, e isto inclui, também, a necessidade de que as empresas tomem medidas. No PayPal, entendemos que defender o meio ambiente é vital para cumprir a nossa missão de promover a saúde financeira e a inclusão de todos os cidadãos globais. A sustentabilidade é fundamental quando se trata de diminuir o nosso impacto, mobilizar a nossa força de trabalho e impulsionar a inovação na nossa empresa.  

Anunciei, anteriormente, que o PayPal está empenhado em abordar as emissões de carbono e se juntou, recentemente, com milhares de outras empresas, ao movimento “America Is All In” para continuar a apoiar ações que buscam cumprir com o Acordo Climático de Paris. Em 2019, nos comprometemos a estabelecer objetivos para reduzir nossas Emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE, em inglês, GHG – GreenHouse Gases). Isso foi alinhado com os critérios estabelecidos pela Science-Based Targets initiative (SBT), que acompanhou todo esse percurso. No ano passado, aderimos ao “Business Ambition for 1.5C”, num esforço de alinhar nossas metas climáticas com o compromisso de evitar que a temperatura global aumente mais 1,5 graus Celsius. Hoje, estamos nos comprometendo a zerar nossas emissões de carbono até o ano de 2040.

Nossas metas de redução de carbono são focadas nas nossas operações e cadeia de valor. Especificamente, os nossos objetivos a médio prazo são:

  • Alimentar nossas bases de dados 100% com fontes de energia renováveis até 2023
  • Reduzir 25% das emissões operacionais de gases com efeito estufa até 2025, a partir de um ano base de 2019
  • Convencer 75% dos nossos fornecedores a adotar Science-Based Targets (SBT) até 2025

Nosso principal foco é mobilizar recursos para reduzir e diminuir as nossas emissões de gases com efeito de estufa o mais rapidamente possível, e já estamos observando resultados tangíveis em direção a estas metas. Fico muito contente em poder compartilhar que, em 2020, 98% da energia nos nossos data centers vieram de fontes renováveis – esse índice era de 65% em 2019. E como parte da nossa estratégia de reduzir as emissões em toda nossa cadeia de valor, lançamos uma iniciativa de envolvimento de fornecedores ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa, do inglês Environmental, social and corporate governance). Também aderimos recentemente à CDP Supply Chain, que aponta as empresas que melhor engajam suas cadeias de suprimentos na adoção de uma nova abordagem para as mudanças climáticas e a gestão da água, visando aumentar o envolvimento de nossos fornecedores em iniciativas voltadas ao clima.

A nossa estratégia de compensação de Emissões de Gases do Efeito Estufa está centrada no apoio a projetos em locais onde o PayPal tem uma presença significativa, em apoiar comunidades vulneráveis, e alinhar-se com a missão e os valores do PayPal. Para mitigar os danos gerados pela poluição climática decorrente das nossas operações em 2019 e 2020, investimos no desenvolvimento de fogões com eficiência energética para famílias no México e na proteção de diversas áreas florestais no Canadá e no sudoeste da Amazônia brasileira. Outro projeto que apoiamos é a preservação do Cemitério Histórico Evergreen e East End em Richmond, nos Estados Unidos, que foram fundados por líderes da comunidade negra local na década de 1890. Desde o final dos anos 90, ocorreram diversas iniciativas de preservação deste local histórico. Com a administração do cemitério pela Fundação Enrichmond, o trabalho de recuperação irá crescer e passará a incluir serviços de conservação para proteger essas terras públicas de forma permanente, protegendo o meio ambiente e providenciando um espaço para atividades comunitárias.

Há muitas oportunidades excelentes à nossa frente quando se trata de mitigação da crise climática e inovações. Estamos pesquisando sobre as intersecções entre a inclusão financeira digital e melhorias climáticas para identificar soluções de fintechs que nos ajudarão a construir uma economia global mais neutra nos seus impactos climáticos e ainda mais equitativa e inclusiva. Estou ansioso por continuar esta conversa à medida que continuamos nesta jornada em prol da justiça climática.

Media Room