Covid-19: PayPal Brasil ajuda clientes PJ a enfrentar a crise
Milhões de empresas em todo o mundo, e seus funcionários, estão sendo afetados pela pandemia do Covid-19 – que resultou no fechamento de boa parte do comércio e na quarentena de uma parcela considerável da população. E essas empresas são vitais para as economias local e global.
 
O PayPal, presente em mais de 200 mercados, está investindo em diversas iniciativas para ajudar seus parceiros de negócios a enfrentarem este período difícil. E, aqui no Brasil, a empresa criou três ações para diminuir o impacto desses eventos recentes.
 
Isenção das tarifas de chargebacks: o PayPal está oferecendo isenção das tarifas de chargeback para transações elegíveis, se o cliente abrir uma disputa com o emissor do cartão de crédito até o dia 30 de abril de 2020[1].
 
Prorrogação do período de resolução de disputas: até o dia 30 de abril de 2020, a companhia dobrou o prazo para que os lojistas que aceitam PayPal respondam às disputas com clientes. Agora eles têm 20 dias.
 
Extensão da proteção ao vendedor para a cobertura de intangíveis: desde o dia 13 de abril, e sem data de término, determinadas condições de elegibilidade serão aplicadas.
 
Os lojistas que aceitam PayPal e querem saber mais sobre essas ações devem entrar em contato com o PayPal clicando aqui.
 
[1] As transações elegíveis incluem transações processadas por meio da conta do PayPal de um comprador ou do PayPal Plus nas quais as tarifas padrão são aplicadas. As transações com tarifas negociadas e as transações que utilizem os serviços de processamento de pagamentos oferecidos pelo PayPal fora da carteira PayPal  não são elegíveis.

 

Acesse aqui o histórico de notícias do PayPal. 

 

 

Media Room