Quase 60% dos consumidores globais compram de sites estrangeiros
25 Jul 2022
Relatório de Comércio sem Fronteiras 2022 traz dados e mapeia oportunidades de exportação para negócios brasileiros em 13 mercados
Por: PayPal Brasil

O consumidor estrangeiro está cada vez mais habituado a comprar produtos e serviços em sites de outros países (cross border) e empresas brasileiras estão suprindo essa demanda. De acordo com dados inéditos do PayPal, líder em pagamentos digitais transfronteiriços, os países que mais compram de pequenas e médias empresas sediadas no Brasil são Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Portugal e Peru. Entre as categorias mais compradas estão moda, acessórios e beleza.

As oportunidades internacionais para os negócios brasileiros também estão mapeadas em pesquisa recém realizada pelo PayPal com consumidores de 14 mercados, incluindo o Brasil. O Relatório de Comércio sem Fronteiras 2022 aponta que 57% dos entrevistados se identificaram como compradores cross border e 42% afirmam estar mais confortáveis para realizar compras online de sites hospedados em países estrangeiros do que em 2020. O fato se traduz em projeções de mercado, que apontam que o comércio transfronteiriço deve chegar a impressionantes US$ 7,4 trilhões até 2025, segundo o Global Ecommerce Forecast 2022, do eMarketer.

“A familiaridade dos consumidores estrangeiros com as compras em sites internacionais representa uma oportunidade valiosa para negócios de todos os tamanhos no Brasil. Temos a nosso favor, além do câmbio, a qualidade e o design dos nossos produtos, os atributos sociais e ambientais dos nossos negócios e um ecossistema de tecnologia de e-commerce pronto para realizar a venda internacional com segurança e facilidade”, analisa Caio Costa, Head de Parcerias e PMEs do PayPal para a América Latina.

Entre os principais motivadores da compra cross border estão a busca por preços mais baixos (47%); acesso a produtos indisponíveis no mercado local (44%), e a descoberta de itens novos e interessantes (39%). A principal categoria comprada é vestuário e acessórios (39%), seguida por cosméticos e produtos de beleza (19%), eletrônicos (17%) e brinquedos e hobbies (16%). Em todos os mercados, as compras cross border são feitas preferencialmente em marketplaces online, em seguida aparecem o e-commerce direto da empresa e as mídias sociais.

“Uma das vantagens do cross border é variação de câmbio, que dá a possibilidade de ter preços mais competitivos no país de destino. Isso contribui para que as vendas tenham margens saudáveis de lucro. Para quem trabalha com itens sazonais, esse tipo de comércio também pode ser bastante interessante, a exemplo do setor de moda praia, que aproveita o verão no hemisfério norte para exportar”, afirma Caio.

A pesquisa ainda aponta que o pagamento com PayPal está empatado com o cartão de crédito quando a compra é cross border, ambos com 29% da preferência. Para os compradores, os principais benefícios do PayPal são a segurança (59%), a conveniência (42%), proteção de compras (40%) e a rapidez no processamento (40%).

Sobre o Relatório de Comércio sem Fronteiras 2022

O PayPal, como líder global na prestação de serviços de pagamentos digitais e transações cross border, busca anualmente, com o Relatório de Comércio sem Fronteiras, compartilhar com empresários brasileiros insights e oportunidades de negócio em mercados internacionais. A edição de 2022 inclui 14 mil entrevistas com consumidores online de 14 mercados (Alemanha, EUA, Reino Unido, França, Itália, Canadá, Austrália, Espanha, México, China, Japão, Hong Kong, Cingapura e Brasil). O relatório traz diagnóstico país a país, incluindo o que o consumidor compra, o porquê e como paga. As soluções de pagamento do PayPal são ideais para empresas brasileiras de todos os tamanhos que querem vender para consumidores internacionais onde o PayPal encontra-se presente, já que a marca está entre as mais confiáveis do mundo.

Acesse aqui a íntegra do Relatório de Comércio sem Fronteiras.

Mantenha-se atualizado

Inscreva-se para receber as últimas notícias no seu e-mail.

Inscreva-se