Dia da Consciência Negra: Como um mercado de trabalho inclusivo desenvolve as novas gerações
18 Nov 2022

No mês da Consciência Negra, conversamos com profissionais do PayPal para entender qual é a contribuição das empresas na construção de um futuro mais inclusivo para crianças pretas

Microsoft Teams image

Quais efeitos positivos a diversidade dentro das corporações pode ter na formação das novas gerações? Esta é uma das reflexões propostas neste mês da Consciência Negra pelo grupo de afinidade Amplify, que congrega colaboradores pretos do PayPal no mundo todo.

A infância é um momento de muito aprendizado. É quando o indivíduo explora o mundo e começa a desenvolver sua autoestima e personalidade. Nessa etapa da vida, as referências passam a ser fundamentais para alimentar sonhos. Por isso, apresentar o mundo como um lugar plural, repleto de possibilidades, faz toda a diferença na vida deles.

Cintia de Sousa, supervisora de Customer Solutions do PayPal  e uma das primeiras integrantes do Amplify no Brasil, lembra que, quando criança, seu sonho era trabalhar na área da educação, mas demorou até que ela tivesse a primeira referência negra em sala de aula. “Eu queria ser professora, mas nunca tive um professor negro na minha infância. O primeiro foi na sétima série, de matemática. Eu não tinha referência de pessoas negras exercendo determinadas atividades, a única referência era meu avô, que fez parte da primeira turma de mecânica do Senai”, aponta a supervisora.

cris odara (2)
Cristiane Oliveira, colaboradora do PayPal Brasil

Cristiane Oliveira também faz parte da equipe de Customer Solutions e do Amplify. Para ela, apoiar a diversidade ajuda a construir uma sociedade mais justa e igualitária não apenas para mercado de trabalho, mas principalmente para as crianças. “Quando isso é colocado em prática, abre-se um leque de oportunidades que beneficia a todos, o que com certeza impacta as futuras gerações, que vão se sentir representadas”, diz. A colaboradora ressalta o quanto a falta de visibilidade pode afetar negativamente a vida dos pequenos: “A criança cresce como alguém sem conexão com sua ancestralidade, sem lugar de pertencimento e orgulho”.

Muitas vezes, a inspiração vem de alguém que se torna reconhecido por grandes resultados, como um ídolo. No caso de Ramon Santos, especialista em Executive Escalations, Michael Jordan foi uma referência de sucesso, não apenas por seus feitos no basquete, mas principalmente por sua trajetória. “Eu sempre ouvi os relatos de superação, de que ele era um dos caras mais dedicados e que para chegar aonde chegou teve que abrir mão de muitas coisas. Isso faz sentido para a minha vida hoje como homem adulto”, diz o especialista.

Ramon, que é pai de duas meninas, acredita que a internet e os meios de comunicação abriram caminhos importantes para dar visibilidade ao trabalho de pessoas pretas, o que é fundamental para que elas se tornem referências para as novas gerações.

Cintia (1)
Cintia Souza, supervisora de Customer Solutions

“É fundamental ter alguém em quem você se enxergue, principalmente ter pessoas em destaque para que a gente quebre um pouco dos padrões da nossa época. Você tem influenciador digital de sucesso, ator, atriz, advogado, policial, personalidades que hoje fazem a diferença e que são espelho para a nova geração, como minhas filhas”, aponta Ramon.

Para Cintia, empresas como o PayPal têm um papel importante nesse sentido. “Elas podem fazer parte trabalhando por diversidade e inclusão, para que todas as classes sejam inseridas de alguma maneira, e dar a oportunidade de acreditar que é possível”, diz a colaboradora, lembrando dos conselhos que ouvia da sua família. “Minha mãe sempre me dizia que ‘onde você não está é exatamente aonde você tem que chegar. Muitas vezes vai ser dolorido, mas ocupe seu espaço, porque você tem que estar lá’”, finaliza.

 

Consciência cultural no Amplify

Uma das missões do Amplify é estimular a consciência cultural da comunidade de colaboradores negros. Cintia, que é líder do grupo no Brasil, conta um pouco da importância deste fórum. “O Amplify tem esse papel do cuidado com a pessoa. Sempre que entra um novo funcionário, temos o papel de apresentá-lo e convidá-lo, porque é lá que discutimos ideias. Se a sociedade se mobiliza em torno de algum episódio de racismo, abrimos uma conversa para ver como todo mundo está se sentindo, como aconteceu no passado com a morte de George Floyd”, pontua a supervisora de Customer Solutions do PayPal.
-
Conheça essa e outras iniciativas de inclusão e diversidade no Relatório de Impacto Global do PayPal.

Acesse aqui o histórico de notícias do PayPal. 

 

Mantenha-se atualizado

Inscreva-se para receber as últimas notícias no seu e-mail.

Inscreva-se